sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Apos Lembongan...parada para respirar!!!

Algumas pessoas acreditam em levitacao. Outras acreditam que existe vida apos a morte. Outras ainda dizem ja terem sido abduzidas. Podemos acreditar em tudo. Mas a unica certeza que tenho nesse momento eh que um raio pode sim, cair no mesmo lugar duas vezes!!!!! Pois eh; eu, deco, estou novamente internado em um hospital em Bangkok!!! Alguem pode adivinhar a causa??? Obvio demais!!! rss
Quando estivemos em Nusa Lembongan... logo no dia seguinte em que chegamos, eu estava tao abatido que fiquei todo o dia deitado dormindo no quarto do hotel. A gabi dividiu seu tempo em levar comida pra mim e ficar fazendo snorkel naquele paraiso. Acordei no dia seguinte com disposicao e, logo cedo, fui surfar!!! Entre as ondas e uma praia de areia branquinha, havia um hiato de 700 metros cheio de coral e agua azul. No dia anterior, vi que alguns poucos gringos iam ao off shore de barco. Outros remavam ate lah. Nao pensei duas vezes.... eh maravilhoso remar em um oceano de aguas quentes, com um metro a um metro e meio de profundidade, com a sensacao de que esta voando... de tao clara que eh a agua!!! Lah fora tinha dois metros de ondas.
A potencia das ondas por aqui eh diferente. Pra comecar, nao ha o atrito com a areia. Depois, a massa dagua eh muito maior, de forma que ate uma onda de meio metro eh pesada.
Nessa manha, a mare estava vazia e ao se aproximar da bancada, a ondulacao ganhava mais forca e tamanho. Girava de uma forma que o drop precisava ser feito com precisao e rapidez. Nao tinha ninguem no pico naquela manha!!! Surfei duas ondas e matei a fissura. Imaginei que, como eh uma ilha, a ondulacao e a mare devem se encaixar perfeitamente em algum outro surf spot. Na saida, a distancia era tao grande que surfei uma onda, deitei na prancha acompanhando a espuma ate ela acabar... e ainda tive que remar muito ate voltar pra areia.
Voltei para o cafe da manha com a gabi.
Nesse dia, apos o cafe, saimos de barco eu, a gabi, o casal Fabio e Tatiana, e o casal sueco Susanna e Thor. Eu, o Fabio e a Tatiana fizemos uma brincadeira de qualidade em um surf spot chamado Playground. O casal da Suecia nunca havia entrado no mar de prancha e aproveitou a oportunidade. Foi muito maneiro!!! Cerca de 90 minutos pegando aquelas ondas onde o nome do pico ja diz tudo. Eh um reef, no meio de uma bahia funda, onde a ondulacao quebra apenas na parte rasa. A formacao eh perfeita para os dois lados. Um luxo!!! Mas e a gabi??? Sim, ela ficou tirando fotos do barco.... mas nao aguentou ver a galera rindo e se divertindo dentro dagua!!! Eu estava ajudando o Thor a tentar surfar sua primeira onda quando vi a gabi grintando meu nome: "Andeeeehhh!!!" Ela vinha nadando cahorrinho (natacao nao eh minimamente seu forte), usando um colete salva vidas, com a mascara de mergulho sobre a testa, sorrindo e vindo, super alegre, em minha direcao!!! O problema era que entre eu e ela estava a arrebentacao!!! Cacete!!!! Quando eu a vi.... a serie subiu!!! Falei para o Thor soltar a prancha e mergulhar para passar a onda e comecei a nadar na direcao da gabi(eu estava sem prancha). "Nada de volta, porra!!!! Subiiiiiiiuuu!!!" Gritei com forca ao mesmo tempo em que avancava em direcao a espuma e ao coral afiado que havia entre nos!!! Ela olhou assustada a onda que vinha(cerca de 2 metros de frente) e comecou a nadar cachorrinho(AHAHAHA) para o outro lado. "Me ajuda Andeeeeehhh!!" eu ouvia.... Por sorte consegui passar a espuma e levar a gabi para fora da correnteza da arrebentacao. Ela soh nao ganhou uma bronca porque a imagem que estava na minha cabeca era dela vindo na minha direcao sorrindo e super alegre nadando cahorrinho(AHAHAAH).... mas esse susto fez com que ela nao saisse mais sozinha da embarcacao!!!
Voltamos todos alegres e seguimos para o primeiro pico de mergulho. Afirmo que esse foi o mergulho mais maneiro que fiz na vida!!! Vejam que ja mergulhei na Peninsula de Yucatan, Mar Vermelho, Mediterraneo, Mar de Andamann entre outros... A visibilidade era imensa. O azul do oceano nos hipnotizava. Sorriamos embaixo dagua. O Fabio mergulhava com pedacos de pao na mao... peixes das mais variadas cores e tamanhos (ate um palmo) vinham comer... e ate esbarravam em mim como que dizendo: "Sai da frente brother!!!" E foi alucinante!!! Corais coloridos e agua a 30 graus Celcius. Impressionante!!! Oceano Indico.
Ao voltarmos para o barco, o "piloto" anuncia que recebeu um telefonema da familia: sua irma tinha falecido. #$!^%$*!!!(PENSEI)..... Apenas eu entendi o que ele disse e perguntei se ele queria voltar. Com sua negativa, a embarcacao foi direcionada para outro pico de mergulho e, segundo o casal da Bahia, o melhor mergulho das nossas vidas estava por vir!!!
O barqueiro era meio estranho. Meio nao, muuuuito sinistro. Tatuagens nos bracos e peito. Corpo tipo daqueles caras que se acham fortes mas que na verdade sao gordinhos e nao admitem, sacou? Pouco falante. Ofereci agua e biscoitos e ele negou prontamente. Tudo bem. Sim, tudo bem ate que ele parou em um pico diferente do que imaginavamos. Seu ingles nao era muito bom e tentei explicar que o lugar que queriamos ficava a cerca de 150 metros apos uma curva em um paredao de rochas. Ele disse que nos iriamos mergulhar ali e que ele nos seguiria ate la depois. Tentamos explicar em mais pessoas. Derepente o cara pirou e comecou a gritar:"Understand me, Understand me... Brazilians are bla, bla, bla.. all the same...i hate this!!!"(entendam me, brasileiros sempre falam demais, todos iguais, detesto isso). Tentei mediar, a Tatiana comecou a gritar em portugues com o cara, o Fabio gritava com ela para que parasse, a gabi botava pilha, os suecos ficaram assustados e tentavam acalmar a todos gritando.... UFA!!! Na confusao o telefone dele toca.... era seu irmao(o que organizou nossa trip). Me passou o telefone, mas eu nao conseguia falar porque a gritaria no barco estava totalmente fora de controle (parece piada....AHAHA). Desliguei o telefone, entreiguei-o e falei:"Turn back!!!" Nao foi isso que fez com que ele voltasse. A Tatiana diz que foi o fato dela ter ameacado se jogar no mar. Eu acredito que foi aquela loucura toda junta!!! Putaquiupariuuu!!! Ele ainda insistiu mais uma vez para que mergulhassemos.... mas os dois casais estavam calados em uma mistura de raiva, incompreensao, incredulidade e tensao. Eu e a gabi estavamos, a todo o custo, tentando segurar a gargalhada!!! ehehe... E isso nao eh engracado, mas nos ja passamos por situacoes como essa em outros paises...
O primeiro momento, no retorno, foi de silencio. Depois levantamos uma discussao sem pe nem cabeca. Ninguem acreditou no que havia acontecido. O cara pirou. E vejam que eu fiz um relato mais superficial...o "piloto" deu um show. Jogou seu celular no chao do barco (eu estava do lado e vi que ele procurou um lugar fofo), ficou pulando igual um macaco e gritando. Chegou ate a tentar chorar!!!
A volta seria de uns 15 minutos. Com 10 minutos, percebi que ele dirigia devagar e sem sobressaltos. Olhei para ele e fiz sinal com a mao perguntando se ele estava bem. Fez sinal com a cabeca e mao indicando:"tudo bem, deixa pra la!!"
No desembarque falei para ele e para seu irmao que havia um problema e que era para ele desembarcar para conversarmos todos juntos. Ele comecou a falar na lingua da Indonesia. Fiquei nervoso e gritei afirmando que falariamos a mesma lingua. De nada adiantou. Subimos ate o pier, na entrada do hotel. Haviam cerca de uns 20 gringos apreciando a vista. Chegamos gritando!!! O indonesio defendia que quebramos o acordo e nos afirmavamos que seu irmao era louco e nos ofendeu estragando o mergulho!!! Se fosse no Brasil, a rapaziada que assistia tomaria uma posicao e se manifestaria. Na maioria das vezes apartando. Voces acreditam que nenhum gringo se mexeu??? Pareciam dizer que nao era problema deles e que nao se intrometeriam!!! QUE ABSURDO!!! Na direcao do nosso hotel, eu me virei para todos eles e falei alto afirmando que problema nosso era problema deles... e que qualquer um poderia ter sido vitima do desajustado!!! Depois de tudo, pagamos dois tercos do combinado.
Bem... em seguida, todos tentaram se recompor a seu modo. Combinamos de jantar defronte ao mar. Nesa noite eu ja sentia frio. De volta ao quarto, tive febre de 39 graus.
Deitei, tomei um antitermico e dormi. No outro dia estava sem febre, mas enfraquecido.
Partimos da ilha, de volta a Bali as oito horas. Ficamos o dia todo arrumando as malas e acertando os ultimos detalhes para a partida no outro dia as seis da madruga.
Dormimos pouco e seguimos para o aeroporto na hora determinada. Embarcamos para Pucket as 11:40. Desembarcamos as 15 horas. Do aeroporto seguimos direto para a rodoviaria objetivando, naquele mesmo dia, ir para Bangkok. Minha saude se definhava. Tossia a todo momento. A garganta doia muito. Estava mais fraco. As 17 horas entramos no buzum sabendo que a chegada seria no outro dia as sete da matina. Vinte e quatro horas viajando. Mole "pra nois". Na rodoviaria de BKK pegamos um taxi rumo a Khao San Road. Putz... o NAT2 tava lotado. Os hoteis da redondeza nao tinham vagas.... e precisavamos descansar para tentar seguir viagem para o norte- Sukhothai. Esse sitio arqueologico fica a 6 horas de viagem de BKK e eh alucinante!!! As dez horas vagou um quarto no NAT2... dormimos e as 13 horas eu disse pra gabi:"to bem fraco...acho que pode ser pneumonia."Saiu uma lagrima dos olhos da gabizita... E nao deu outra.... fomos para o hospital e a chapa do pulmao acusou um terco de comprometimento. Agora estou tomando antibiotico intravenoso (sem mancada), soro direto, oxigenio, e varios comprimidos coloridos. A primeira estimativa eh de tres dias de internacao. O melhor eh que o seguro pagou tudo e o hospital eh um luxo!!! A proposito, eh o mesmo de tres anos atras. No video a seguir, eu mostro como estou sendo tratado pelas enfermeiras!!!! Para quem nao sabe ingles ou tailandes, ela se apresenta, diz que me conhece da outra vez e que agora estou doente de novo. Se despede enfatizando que foi um prazer "falar" com minha familia e amigos e que serao bem vindos em seu pais. Eu respondo em thai: obrigado.
E agora estamos nos.... como exatamente nessa ultima foto!!!
Ah, ainda postei uma foto (a que aparece um cara cabisbaixo) do doente mental do barqueiro de Nusa Lembongan.


abracos do deco e da gabi

















video

7 comentários:

Anônimo disse...

POOOOOOORRRAAA Çangue, que merda!!!
Mas, peh embaixo q tudo vai dar certo!!
To na torcida por melhoras.
Grande Abraço e um beijo pra Gabi

Caroline disse...

Cara. Você é muito azarado. Mas ainda doente consegue lembrar de tirar fotos! hahaha

Letícia disse...

'Andeeeh'
Espero que estejas melhor e que possam fechar com chave de ouro mais essa aventura!!
Gabizinha,te cuida!!!
Aproveitem!!
Beijos

Anônimo disse...

Deco, Você arranjou de novo um jeito de ficar num cinco estrelas a custo zero!!!
Fique bom logo para continuar colocando água na boca da galera, com as aventuras de vocês.
Beijo na Gabi!
Tunão

mineiro disse...

Caralho, inacreditável! Eu tava falando hoje da minha trip iminente para um amigo e comentando sobre seguro saúde para viajar e tal, eu meio na dúvida ele recomendando aí falei: Po, em agosto conheci um casal em Salvador que curte viajar, o cara também esteve na Thai e disse até que adoeceu por lá, precisou hospital e tal, aí resolvi entrar no seu blog e de cara esse post? Melhoras aí brow. Ce fechou qual plano aí? qto custou?

abração e aproveitem aí,
mineiro

Anônimo disse...

Estimamos a sua melhora!!!Esperamos que logo se restabeleça para poder seguir viagem, coitada a gabizita, sempre segurando uma baita onda (fala da sacana da Camille As mulheres sempre se superam!!!Heheheheheh!!!)Estamos com saudades,todos em Garopa, menos a Paula.Floripa está debaixo de água.Gabi ficastes bem na foto DC de terça para quarta, na seção Viagem!Abraços de todos,Ana e Camille

Anônimo disse...

malandragem, boa sorte ai com essas doenças ai. que a viagem termine bem, e essa hospitalidade thai heim, muito massa imaginar que a guria lembra d vc. abração. AKIRA PINTO